Ter controle ou estar no controle

Ter controle ou estar no controle?

“Imagine um barco ao mar… Se não tiver um navegador que o conduza, estará à mercê do tempo ou de qualquer ocorrência. O navegador é o responsável pela leitura da carta náutica, consulta das previsões de tempo e condução da embarcação ao seu destino com segurança e o máximo de conforto. Mas seria absurdo atribuir ao navegador a responsabilidade em criar um dia ensolarado, modificar a temperatura da água para que fique de nosso agrado para um mergulho, ou impedir que nuvens surjam.

O navegador está no controle da embarcação, mas não tem controle sobre alterações do tempo ou situações adversas que possam ocorrer, que vão  além de certa previsibilidade.”

Leia Mais