Vamos encarar a tristeza?

11É melhor ser alegre que ser triste
Alegria é a melhor coisa que existe
É assim como a luz no coração

Mas pra fazer um samba com beleza
É preciso um bocado de tristeza
É preciso um bocado de tristeza
Senão, não se faz um samba não.

Numa análise livre, cremos que o poeta e compositor Vinícius de Moraes, em seu ‘Samba da Benção’, diz que a alegria é algo muito bom, uma emoção deliciosa de se viver, mas é na vivência da tristeza que conseguimos parar, refletir e buscar as mudanças necessárias para ultrapassarmos os obstáculos e encontrarmos energia para voltar à vida, criar e produzir.

E desse modo, até darmos mais valor à alegria.

A tristeza é erroneamente vista como uma emoção ruim, incômoda e que deveria ficar escondida, mascarada. A atitude adequada é reconhecê-la, abraçá-la, pois ela é tão necessária como todas as outras emoções, nos permitindo ponderar, avaliar e dar sentido às perdas, renúncias, desilusões e fracassos pelos quais passamos.

Sem vivenciar a tristeza e a dor, é impossível superar os traumas, reorganizar e recomeçar a vida de uma maneira saudável, conectados aos nossos próprios recursos.

Muitas vezes é conveniente pedir ou aceitar ajuda de pessoas queridas e próximas.

A tristeza é uma emoção inerente ao ser humano e tem uma duração limitada.

Ao contrário, quando ao lado de uma tristeza persistente, há apatia, perda de apetite, desinteresse por qualquer atividade, insônia ou hipersonia, falta de energia, ideias suicidas, dentre outros sintomas, é sugestivo um quadro de depressão, patologia que exige tratamento medicamentoso e psicológico.

A psicoterapia pode ajudar!

vamos encarar a tristeza?

 

Leia também, em Pílulas, Você é Feliz? e Resiliência, A capacidade de superar momentos difíceis e no blog, Ai que saudade….

email

You may also like